Odiosvaldo Vigas, o 1212 da Bahia, propõe transformar antigo Cineteatro Jandaia em Centro Cultural
03/10/2018 10:19 em Sociedade
Espaço abandonado viveu auge cultural nas décadas de 30 a 60.
Odiosvaldo Vigas (PDT), o candidato a deputado federal 1212 da Bahia, defende que o Cineteatro Jandaia, localizado na Baixa dos Sapateiros, seja transformado em Centro Cultural, lembrando que entre os anos de 1930 e 1960 era um dos principais pontos culturais de Salvador. “Precisamos resgatar esse importante local. E nada melhor nessa retomada do que a recuperação física do prédio e sua transformação em um centro voltado para a cultura”, frisa ele.
O prédio foi tombado em definitivo pelo estado e, segundo o governo, a medida garante a preservação do equipamento cultural e coloca o Cine Jandaia como prioridade na obtenção de linhas de financiamento para restaurações e projetos arquitetônicos. Nesse sentido, foi determinado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) a realização de ações emergenciais para impedir o desmoronamento do imóvel. No projeto, constam a retirada dos escombros da área interna, proteção da composição arquitetônica do local e o escoramento do edifício, observando-se que a área em questão tem 1.200 metros quadrados.
Recentemente, cerca de 100 pessoas se reuniram no local para fazer um abraço coletivo no entorno do edifico. O marchand e produtor cultural Dimitri Gonzelevith, um dos idealizadores do movimento, destacou o papel que o cineteatro desempenhou nas décadas passadas. “É um monumento importante, sobretudo, para a história do cinema da Bahia. Muitas personalidades passaram por aqui já que também era teatro. Artistas como Bidu Sayão, Carmen Miranda, Grande Otelo, Vicente Celestino, Procópio Ferreira e Lamartine Babo, entre outros nomes”.
A história do Cineteatro Jandaia mostra que entre os anos 1930 e 1960 a casa abrigou grandes espetáculos nacionais e internacionais, mas entrou em decadência nos aos seguintes até ser completamente fechada em 1996. 
COMENTÁRIOS